Aqui vai-se falar da cultura em geral De música e literatura em particular

21
Jun 09

Quando decidi fazer este blog, era meu intuito dedicá-lo, em igual medida, à literatura e à música. No entanto, devido à especifidade do género musical que mais aprecio, o RAP, e ao facto de eu não me identificar muito com o que hoje se faz dentro da comunidade HIP HOP, não tenho comprado muitos discos, para adicionar à minha discoteca com mais de dois mil titulos, em diferentes suportes;K7 (audio e video),VINYL(33 e 45 rotações), CD's e DVD's.

Poucos de vocês sabem, mas há alguns anos atrás fiz muitos trabalhos de DJ, no entanto, como disse atrás, deixei de me identificar com o que se foi fazendo e abandonei essa actividade.

Posto esta pequena introdução, deixo-vos algumas sugestões muito interessantes e que representam um pouco o meu sentimento e a minha definição de RAP HIP HOP.

 

Começo por um dos artistas mais importantes da história do RAP português, não só pela qualidade do trabalho, mas essencialmente por ter sido, durante muitos anos, alvo de muita incompreensão por parte da comunidade mais identificada com o HIP HOP. Falo de Boss AC. O seu mais recente trabalho espelha de forma muito vincada todas as qualidades que lhe aponto desde sempre. Bom produtor, bom Rapper (vocalista de RAP), mas acima de tudo, muito bom liricista (letrista). Preto no branco é o nome do seu disco que saiu através da Farol Música.

 

Outro dos nomes com história no RAP nacional e talvez mais conhecido do grande público é o grupo Black Company. Quem não se recorda do tema,Não sabe nadar que foi associado, pelos politicos, às gravuras de Foz Côa. O mais recente trabalho do grupo não é tão Hardcore (duro) como nos habituaram, mas não deixa por isso de ser um trabalho que vai ficar para a história do HIP HOP português. Fora de série  também é uma edição da Farol Música

 

A minha última sugestão é um disco de 2002 mas que me acompanhou durante a minha ausência da blogosfera. É um trabalho muito bom de um DJ françês chamado Cut Killer com um dos sub géneros do HIP HOP. Uma sonoridade hibrida que junta RAP com Reggae a que damos o nome de RAGGA. Para os menos identificados com esta sonoridade deixo dois nomes que são conhecidos da generalidade do público Sean Paul e Shaggy. O disco Ragga Killa Show saiu pela editora Universal.

 

publicado por manu às 09:29

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

22
23
24
25
26

28
29
30


links
Posts mais comentados
22 comentários
18 comentários
16 comentários
12 comentários
12 comentários
comentários recentes
Parabéns ao apresentador e à autora!Bjo!
otimos comentarios de Simon Scarrow,
Que surpresa!!!!Beijocas
E dia 22 lá estarei muito, muito orgulhosa :)Beijo
Meu querido amigo venho desejar um excelente 2011 ...
Gostei muito da apresentação que o Xavier fez do t...
Olá meu amigo como pode verificar não fica atrás a...
Olá Fátima! Com a saúde não se brinca, espero que ...
Meu amigo é com tristeza que venho pedir desculpa ...
Olá Manelita! E não precisas passar factura. Beijo...
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO