Aqui vai-se falar da cultura em geral De música e literatura em particular

01
Ago 09

 

Antes de iniciar as minhas sugestões de hoje, quero dizer que já li Entre o sono e o sonho e recomendo que corram a comprá-lo. Há grandes momentos de poesia neste pequeno livro. No compto geral, este é um bom resultado da iniciativa conjunta entre o Portal de Lisboa e a Chiado editora embora não lhes tivesse ficado mal indicar juntamente com o nome dos autores, os endereços dos blogs para que pudessemos continuar a acompanhar estes poetas da blogosfera.

 

Hoje as minhas sugestões são diferentes entre si. Tenho um livro de contos, um de poesia, um romance sobre factos verídicos e um romance ficcional.

 

Todos já ouviram falar de O adeus às armas ou de Por quem os sinos dobram. Talvez assim de repente seja difícil identificar o autor mas alguns recordarão as versões cinematográficas. Quem escreveu estes dois excelentes livros é também o autor de Contos de Nick Adams editado pela Livros do Brasil. Ainda não descobriram de quem falo? E se disser que é um dos mais importantes e emblemáticos escritores norte-americanos do século XX? Claro... falo de Ernest Hemingway. Os estudiosos da obra deste grande vulto da literatura dizem que as vidas do autor e do personagem destes contos (Nick Adams) se confundem e que talvez estes contos mais não sejam do que relatos autobiográficos de Hemingway.

 

Chegou a vez da poesia. Para não variar, o livro de hoje pertence à colecção de poesia da Relógo D'Água. Poemas de Juan Luis Panero é uma colectânea de poesia deste poeta espanhol da segunda metade do século XX. Deixo um pequeno aviso à navegação, este poeta tem uma escrita muito densa e os seus poemas são, maioritariamente, longos, exigindo dos leitores uma forma de ler, mais pousada e atenta. Como todos os livros desta colecção, este também tem as versões originais (castelhano) de todos os poemas.

 

Quem não conhece as grandes obras Guerra e paz ou Anna Karenina ? O livro Khadji-Murat da Cavalo de ferro é um dos romances menos conhecidos de Lev Tolstoi mas não deixa de ser uma história cativante sobre um rebelde checheno que se vê dividido entre a sua causa e a fidelidade ao Czar para salvar a sua familia. O final menos feliz desta história é talvez a razão de, ainda hoje, este rebelde ser idolatrado pelo povo da Chéchenia. Neste pequeno livro (180 páginas) Tolstoi oferece-nos uma escrita fácil de entender e ao mesmo tempo, dá-nos a conhecer, um dos personagens mais interessantes do conflito russo-otomano.

 

A minha última sugestão de hoje é um romance de um escritor hungaro nascido em 1900 e que descobri há relativamente pouco tempo. Rebeldes de Sándor Márai e editado pelas Publicações Dom Quixote não é o melhor que já li deste autor mas não deixa, mesmo assim, de ser uma boa sugestão. Quanto a mim, o grande pecado deste livro é não haver referência à época a que se reportam certos factos. A ausência desses dados pode levarnos a identificar erradamente algumas situações mais ambiguas. Neste romance, o autor deixa de parte o seu lado mais romântico e sentimental e baseia-se na rebeldia juvenil para nos contar uma história de um grupo de rapazes que são afectados pelos acontecimentos da época (nomeadamente uma guerra)(qual? Não sei identificar. Talvez a primeira grande guerra... mas nada no livro confirma esta minha suposição). Seja como for, há muitas peripécias nesta história e vários problemas que se colocam aos jovens, são aqui aflorados.

 

BOAS LEITURAS

publicado por manu às 16:45
tags:

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21

23
24
25
26
27
28
29



links
subscrever feeds
Posts mais comentados
22 comentários
18 comentários
16 comentários
12 comentários
12 comentários
comentários recentes
Parabéns ao apresentador e à autora!Bjo!
otimos comentarios de Simon Scarrow,
Que surpresa!!!!Beijocas
E dia 22 lá estarei muito, muito orgulhosa :)Beijo
Meu querido amigo venho desejar um excelente 2011 ...
Gostei muito da apresentação que o Xavier fez do t...
Olá meu amigo como pode verificar não fica atrás a...
Olá Fátima! Com a saúde não se brinca, espero que ...
Meu amigo é com tristeza que venho pedir desculpa ...
Olá Manelita! E não precisas passar factura. Beijo...
mais sobre mim
pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO